Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Campus Santo Augusto promove tarde de campo sobre batata-doce biofortificada
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

Campus Santo Augusto promove tarde de campo sobre batata-doce biofortificada

Publicado em Terça, 29 de Mai de 2018, 08h02 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

Campus Santo Augusto realizou na quinta-feira, dia 24 de maio, a  Tarde de Campo Batata-doce biofortificada, com a presença do pesquisador da Embrapa Hortaliças de Brasília – DF, Alexandre F. S. Melo.

O evento contou com a participação de cerca de 120 pessoas, entre agricultores, servidores da Emater, servidores municipais e alunos e servidores do campus, os quais, após ouvirem a palestra do pesquisador sobre o Programa de biofortificação de batata-doce na Embrapa, foram divididos em estações de demonstração de cultivares; oficina de elaboração de produtos com batata-doce e análise sensorial de diferentes tipos de batata-doce biofortificada. Ao final do evento, os participantes puderam degustar produtos feitos à base de batata-doce, como bolos, pães, doces, croquete, sorvete e batata-chips.  

Os professores do Campus Santo Augusto, Tarcísio Samborski e Joseana Severo, desenvolvem desde 2015 projetos de pesquisa e extensão sobre batata-doce biofortificada, em parceria com o pesquisador Alexandre F. S. Melo, o qual aproveitou a semana de estada na instituição para acompanhar o desenvolvimento do projeto e discutir os resultados já obtidos.

Segundo a professora Joseana, a biofortificação de espécies é realizada através de cruzamento genético convencional. No Brasil, os projetos de biofortificação de alimentos são coordenados pela Embrapa, sob a alcunha de Rede BioFORT, com a colaboração de Institutos Federais e Universidades. Cultivares de mandioca, feijão, arroz e batata-doce enriquecidos com ferro, zinco e betacaroteno já foram identificados buscando combater a "fome oculta" e estão sendo introduzidos nas pequenas propriedades rurais através de ações conjuntas da Embrapa, Emater e instituições de ensino.

O Campus Santo Augusto firmou em 2016 com a Embrapa um contrato de parceria para colaboração no desenvolvimento do projeto com batata-doce biofortificada, que possui maiores teores de betacaroteno (pro vitamina A). Dentro do projeto, são buscadas alternativas que promovam o consumo da batata-doce biofortificada e que mantenham a sua composição nutricional.

A professora Joseana destaca que o desenvolvimento desses projetos tem permitido a troca de conhecimentos entre servidores do campus e a Embrapa Hortaliças, além da inserção de vários alunos em atividades de ensino, pesquisa e extensão, permitindo gerar resultados que colaborarão com o desenvolvimento regional.

Para o professor Tarcísio, a batata-doce é uma alternativa muito rentável para os pequenos produtores rurais, pois além de ser um alimento nutritivo, que pode ser utilizado na culinária de formas variadas, possui baixo custo para implantação e alta produtividade.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha
Alameda Santiago do Chile, 195 - Nossa Sra. das Dores - CEP 97050-685 - Santa Maria - Rio Grande do Sul. Telefone: (55) 3218-9800