Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Palestra de Márcia Tiburi marca a abertura do evento Arte e Cultura em Rede
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

Palestra de Márcia Tiburi marca a abertura do evento Arte e Cultura em Rede

Publicado em Quarta, 28 de Outubro de 2020, 09h57 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

A abertura do evento Arte e Cultura em Rede: Tramas e Conexões foi marcada pela fala da artista e filósofa Márcia Tiburi nesta terça-feira (27), às 18h. Diretamente da França, Tiburi falou sobre “Arte e Cultura no Contexto da Educação Pública como Direito, Acesso e Fruição”. 

Abertura arte em rede Marcia tiburi

“Cultura é tudo”

A cultura não é “uma coisa em separado do todo da vida”. Para a artista tudo que se faz e se fala, como política, religião, arte, ciências, é cultura: “a cultura é o todo”.

“Só há uma coisa que se opõe à cultura: a barbárie. A cultura e a arte são tão atacadas atualmente no Brasil, porque são elas que nos fazem pensar, questionar”, explica a artista.

Importância da cultura

Tiburi centrou sua fala na importância da cultura do ponto de vista cognitivo, estético, ético, político e ecológico. Ela defende a cultura voltada para a democracia, para o respeito e a preservação ao meio ambiente.

“Uma cultura ‘anti-cultural’ forma pessoas incapazes de pensar e de se tornarem sujeitos éticos, ou seja, sujeitos incapazes de reconhecer o outro como semelhante. Cultura acima de tudo é colocar os seres humanos em ação construindo e produzindo uma vida justa, digna de se viver para todos os seres”.

A palestrante destacou a importância da formação integral dos estudantes, um dos principais pilares dos institutos federais, e se emocionou ao lembrar da situação dos professores no Brasil. 

“Qual é a nossa tarefa?”

Estudar, ler, fazer congressos, organizar as universidades, institutos federais, escolas e lutar pela democracia nas instâncias privadas, organizacionais e institucionais é o que defende a artista para lutar contra a guerra “anti-cultura”.

“É uma tarefa imensa, mas como lutar pela cultura? Renunciar à indústria cultural. Precisamos ter essa lucidez. Ocupar de maneira coerente as redes sociais para que deixem de ser máquinas de produção de indústria cultural que devora nossa capacidade de pensar e tornar instrumentos revolucionários. Não digo revoluções sangrentas, mas uma revolução amorosa, pelo conhecimento, por uma cultura que valorize a democracia.”

Abertura do evento

Antes da participação da convidada, os reitores do IFFar, IFRS e IFSul abriram a atividade com falas em defesa da arte e cultura nos institutos federais.

Após a palestra, dois trabalhos foram apresentados: o vídeo Dia a Dia na Quarentena a partir do Olhar dos Adolescentes do IFRS, e o Arranjo Musical Dias Melhores – Jota Quest do IFFar.

O Arte e Cultura em Rede continua na próxima quinta-feira (29), a partir das 19h30min, com a Mostra Mosaico.

 

Arte e Cultura em Rede: Tramas e Conexões

Datas: 29/10; 03 e 05/11/2020

Local: evento virtual, com transmissão pelo YouTube

Programação: ifrs.edu.br/arte-em-rede/programacao

Quem pode assistir ao evento: as transmissões serão abertas ao público

Como saber mais: acompanhe o site ifrs.edu.br/arte-em-rede/

 

Fonte: Assessoria de Comunicação - IFRS

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha
Alameda Santiago do Chile, 195 - Nossa Sra. das Dores - CEP 97050-685 - Santa Maria - Rio Grande do Sul. Telefone: (55) 3218-9800